CONSTANTINO DISCORDA DO TREINADOR ZÉ TEODORO.


Demonstrando estar bastante chateado, o Diretor de Futebol Constantino Júnior concedeu entrevista no treino de reapresentação nesta quinta-feira (15/03) e falou sobre a desclassificação precoce do Santa na Copa do Brasil.
Falando sobre o jogo, Constantino afirmou que não acredita que os jogadores do Santa subestimaram o Penarol, mas faltou atitude no elenco. “faltou um pouco de brio, de pegada mesmo, o que identifica o Santa é a pegada e isto faltou no jogo contra o Penarol. Foi assim que o Santa teve um ano brilhante em 2011”.

Perguntado se já era hora de realizar mudanças (no elenco ou no comando técnico), Constantino respondeu que não era o momento. “vamos conversar com o elenco para saber se está faltando algo, caso esteja, vamos providenciar para atender, estamos acompanhando bem de perto toda situação e sabemos que não está faltando nada, como existe cobrança para que a gente dê condições, vamos cobrar pelos resultados”, afirmou o dirigente.
Sobre a postura dos jogadores dentro de campo Constantino afirmou ser inadmissível: “esperamos que os jogadores se doem dentro de campo, pois ainda faltam alguns jogos do PE e estaremos analisando o desempenho de cada jogador, aceitamos um desempenho a baixo em alguns jogos, mas a falta de dedicação e empenho isso não será admitido”.
Indagado sobre o desperdício financeiro com a eliminação precoce, o Dirigente Coral foi firme: “tivemos um prejuízo enorme, não estava em nossos planos ser eliminados pelo Penarol, temos uma maior folha e mais qualidade. Para um Clube que não tem verba de televisão como nossos co-irmãos é complicado essa eliminação, já estava em nossa programação o jogo contra o Atlético/MG, o Santa vive basicamente da receita de sua torcida”.


Perguntado se ele (Constantino) comungava da mesma ideia do treinador Zé Teodoro, que afirmou em coletiva após o jogo que “apesar do prejuízo financeiro o Santa tinha errado aonde podia errar e que no Pernambucano não existira mais esse tipo de erros”, Constantino foi incisivo: “não, acho que é momento de errar, o momento era de passar, estava em nossos planos jogar contra o Atlético/MG, primeiro que nunca é momento de perder, aqui no Santa sempre é momento de ganhar, principalmente contra um adversário inferior tecnicamente, muito inferior e com uma folha bem abaixo da nossa”, concluiu o Diretor.


Confira a entrevista completa: 



 

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.