Já estamos nas semifinais


Mais uma vitória tricolor, a 6° seguida. Santa Cruz 3 a 1 no Porto, em Caruaru, e o Santa continua firme em busca da liderança na primeira fase do estadual. Além disso, o Santa Cruz garantiu matematicamente sua classificação para as semifinais. Nosso ataque, o melhor do campeonato mais uma vez balançou bastante as redes, agora já são 37 gols, 9 só do Dênis Marques.

O Santa Cruz foi pro jogo com 4 alterações em relação a última partida, devido a suspensão e a cansaço muscular. Na defesa, a zaga foi formada por André Oliveira e o estreante Vagner, ao lado do titular William Alves; na cabeça de área, Sandro Manoel recebeu sua chance e o volante Chicão voltou à titularidade no meio jogando ao lado do Luciano Henrique.

O Santa começou melhor em campo, mas sem levar perigo ao gol do Porto. Os alas Renatinho e Diogo foram as principais armas do tricolor na primeira metade do primeiro tempo. Depois disso o Porto começou a sair mais para a partida e começou a levar perigo a meta do Thiago Cardoso, foram 3 boas defesas do goleiro coral no primeira etapa.

O jogo estava meio sonolento, Luciano Henrique e Chicão apareciam pouco para o jogo, até que Dênis Marques resolveu acordar a torcida do Santa, que já estava quase dormindo. Após um passe dele, Geílson foi derrubado pelo goleiro Romero, pênalti marcado. Dessa vez sem cavadinha, Dênis Marques abriu o placar em Caruaru, Porto 0x1 Santa Cruz, placar do primeiro tempo.

Na segunda etapa, a partida voltou da mesma maneira, continuávamos sem criar pelo meio, e com o Porto um pouco melhor no jogo, mas sem levar muito perigo a meta coral. Zé Teodoro resolveu mudar antes que a equipe tomasse o gol de empate. Entraram Flávio Caça-Rato no lugar do Geílson e pouco depois o Natan no lugar do Luciano Henrique. O Santa Cruz melhorou em campo, ganhou mais velocidade com as mudanças e o placar não demorou a se ampliar. Aos 26 minutos, Natan acerta um lançamento magistral para o Chicão que mata bem a bola e fuzila o goleiro, Porto 0x2 Santa Cruz.

O jogo parecia definido, Zé Teodoro tirou o Dênis Marques e colocou o Branquinho, poupando nosso artilheiro para o clássico de domingo. A velha dupla de ataque do inicio do campeonato se reeditava, Caça-Rato e Branquinho. Para relembrar os velhos tempos Caça-Rato perdeu um gol incrível, daqueles que só ele sabe perder. E para piorar o Porto diminuiu o placar pouco tempo depois. Joelson fez o gol no rebote do pênalti batido por ele mesmo e defendido pelo Thiago Cardoso.

Para sorte do Santa Cruz e de Caça-Rato, nós temos o Renatinho. O pequeno polegar do arruda roubou a bola na intermediária do zagueiro do Porto, deu um drible da vaca no mesmo e cruzou na medida para Flávio Caça-Rato se redimir, agora Porto 1x3 Santa Cruz.

Ainda teve tempo de sair mais um gol coral. Nos acréscimos, o Santa lembrou o Barcelona e numa troca de passes envolvente a bola chegou de presente para o William Alves que não finalizou bem e mandou pra fora. Terminou mesmo Porto 1x3 Santa Cruz.

Natan mais uma vez mostrou que merece voltar ao time titular, resta a Zé Teodoro arrumar um lugar pra ele ali no meio campo. Renatinho vem jogando demais na ala-esquerda, rendendo mais do que quando jogava no meio. O Sandro Manoel fez uma ótima partida e mostrou que sempre que precisar, Zé poderá contar com ele. Crescemos na hora certa, agora é manter a regularidade até o fim da primeira fase para chegar em ponto de bala nas semifinais.

Arthur Holanda

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.