O agressor do Arruda


O protesto acontecia na arquibancada do Arruda. Torcedores até usavam palavras mais fortes. Homens responsáveis pela segurança do clube entraram em ação para que os torcedores se acalmassem. Até aí, nenhuma agressão física.

Eis que um homem de camisa cinza listrada e calça jeans, que acompanhava os seguranças, dá um chute nas costas de um torcedor. A confusão começa. Um outro torcedor revida e chuta o homem de cinza, que sai para procurá-lo. Torcedores e seguranças circulam pela arquibancada. Todos desconfiados. De repente, o mesmo homem de camisa cinza dá um tapa muito forte no rosto de outro torcedor.

As imagens estão contidas no vídeo acima. É possível ouvir o som forte do tapa dado por esse cidadão, que não tinha identificação de segurança, mas parecia um. O chute acontece aos 32 segundos do vídeo. O tapa é dado aos 53 segundos do vídeo.
O cidadão de camisa cinza agrediu dois torcedores. Ele causou o tumultou. Os outros seguranças tiraram os torcedores da arquibancada sem agressão. Se, de fato, o homem de cinza for segurança, deveria ser punido. É bem possível identificá-lo com estas imagens. Agressão gratuita de funcionário do clube a torcedores não pode existir. 
O clube, representado por seus funcionários, tem o direito de retirar torcedores do treino. Mas jamais tem o direito de agredir. Se realmente for um funcionário o autor da agressão, será mais uma vergonha para o Santa Cruz na semana em que foi eliminado da Copa do Brasil contra um time sem expressão.

O vídeo foi é do JC Online. As imagens são do repórter Elias Roma Neto, da editoria de Esportes do Jornal do Commercio.

Do Blog do Torcedor

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.