Poderia ter sido melhor

Santa Cruz consegue a vitória na primeira partida da copa do Brasil, mas não elimina o jogo da volta. A vitória por 2x1 sobre o Penarol, no Amazonas, não é suficiente para se garantir na próxima fase, teremos o jogo da volta no Arruda. Bom pra ganhar uma renda extra e ruim porque o Santa poderia ter ganhado uma semana livre para treinamentos.

Repetindo a escalação do último jogo, contra o Serra Talhada, apenas com a volta do Diogo e do Wesley que estavam cumprindo suspensão, o Santa Cruz não demorou muito para abrir o marcador no estádio Roberto Simonsen, em Manaus. Aos 16 minutos, Geílson que havia desencantado na última partida, gostou de balançar as redes e abriu o placar – Penarol 0x1 Santa Cruz.

Está ficando no passado aquela época em que os nossos atacantes não faziam gols, Geílson aos 40 minutos, faz o seu segundo na partida – Penarol 0x2 Santa Cruz. Esse foi o placar de intervalo que garantia a classificação para a próxima fase, situação ideal que acabou não acontecendo.

No segundo tempo o Penarol mudou, com a entrada do meia Fininho o time da casa melhorou na partida. Aos 13 da segunda etapa, após uma bobeada da zaga tricolor o Penarol diminuiu – Penarol 1x2 Santa Cruz.

Zé Teodoro mudou a equipe meio que se contentando com o placar. Entraram Natan, Chicão e Flávio Caça-Rato, nos lugares de Renatinho, Wesley e Geílson, este último que saiu machucado, espero que não seja nada grave. O Penarol continuou em cima buscando o gol de empate, mas o placar se manteve. Final de jogo - Penarol 1x2 Santa Cruz.

O dinheiro que o segundo jogo vai trazer ao Santa é sempre bem vindo, mas levando em consideração que tivemos uma pré-temporada muito curta, conseguir essa classificação logo nesse primeiro jogo seria o ideal. Uma semana de treinamentos era tudo que o Santa Cruz precisava, não aconteceu, paciência. Agora voltamos ao pernambucano, onde domingo tem duelo contra o líder Salgueiro, no arruda. Torcer para que o ataque continue marcando gols e que o Santa siga crescendo na temporada, mesmo sem tempo para treinar.

Arthur Holanda

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.