Visita Surpresa

Aproveitando uma folga na agenda do Internacional (que ontem perdeu para o Santa, pela Libertadores), o atacante Gilberto apareceu na tarde desta quinta-feira, no Arruda, para fazer uma visita surpresa à sua ex-equipe. Negociado com o clube gaúcho após o Estadual do ano passado, o atleta sempre que aparece no Recife trás uma esperança de retorno à cidade.


Em entrevista ao Superesportes, Gilberto, todavia, explicou que a sua ida ao Arruda foi realmente para uma visita. E mais: caso um dia volte a Pernambuco, a preferência é do Tricolor. O atacante ainda deixou uma ressalva, explicando que se defender o Sport ou o Náutico algum dia, ele deixará bem claro que, ainda assim, o coração será coral.



Daniel Leal/DP/DA Press
Visita ao Recife
Estava precisando falar com meu pai, resolver minhas coisas. Tenho interesse de voltar, sim. Tenho uma paixão enorme pelo Santa Cruz. Seria o único time que eu jogaria em uma possível volta ao Recife. De qualquer forma, não quero voltar agora. Tenho muito a percorrer ainda. O Santa ainda também tem muito a crescer para chegar à Primeira Divisão. Daqui a oito, dez anos quem sabe, eu estou de volta. É o time que eu quero jogar novamente.

Sport e Náutico descartados
Tenho uma paixão verdadeira pelo Santa Cruz., não escondo isso. Minha prioridade em uma possível volta é do Santa Cruz. Sempre vai ser o Santa. Se voltar, por acaso, eu jogar pelo Sport ou pelo Náutico, eu jogarei com eles sabendo que eu sou apaixonado pelo Santa Cruz.

Houve mesmo propostas do Sport e do Náutico ano passado?
O que passou, passou. Não devemos lembrar do ano passado e sim buscar este ano fazer um bom trabalho. Tenho nesta temporada uma boa oportunidade para quem sabe partir para Europa e buscar outras oportunidades.

A melhor dupla de ataque
Jogar com Dagoberto, Damião, todos no Inter são excelentes. Mas eu gostava muito de jogar com Landu. Desde quando eu cheguei aqui, poucos jogadores me fizeram fazer tantos gols como ele. Agradeço muito a esse companheiro. Até, inclusive, tento falar com ele, mas ele foge, é complicado de achar. Mas de todos, até hoje, o Landu foi diferenciado para mim.

Acompanhando o Santa Cruz

Sempre. Ontem mesmo eu estava acompanhando o jogo da Copa do Brasil pelo celular. Mantenho contato com o Memo, Natan, Renatinho. São pessoas que conviveram comigo por mais de dois anos e temos um laço afetivo de amizade, carinho e família.

Adaptação no Inter

Ainda não estou totalmente adaptado ao futebol gaúcho. Mas estou bem encaminhado. É só uma questão de tempo, ter calma e aproveitar as oportunidades para poder deslanchar. Meu contrato lá vai até 2014.

Seleção olímpica

Claro que eu penso, a esperança é a última que morre. A gente sabe que a oportunidade, se aparecer, será única. É uma chance remota, mas é esperar a segunda fase Campeonato Gaúcho para ver como eu vou me sair. Eles estão sempre de olho na gente. Se eu fizer um segundo turno bom, vão tá olhando.

Superesportes

Abraão Telles

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.