ZÉ TEODORO RELEMBRA 2004 PARA BUSCAR TÍTULO



O ano é 2004. Zé Teodoro não é treinador do Santa. É o comandante do Náutico que chegou à decisão do Campeonato Pernambucano exatamente contra a Cobra Coral. Na primeira partida das finais, nos Aflitos, o Tricolor de Iranildo surpreende e derrota o Alvirrubro. A volta, no Arruda, parecia apenas protocolar. Mas o time comandado por Teodoro reverteu a situação e bateu o Mais Querido.

É com esse episódio na cabeça que Teodoro, desta vez pelo Santa Cruz, pretende enfrentar – e derrotar- o Sport Recife, na Ilha do Retiro.  ”Tudo pode acontecer. O favoritismo está com eles, mas têm problemas, perderam jogadores. Nós vamos jogar para buscar resultado, pela vitória. Quem sabe acontece o que aconteceu em 2004, quando eu perdi nos aflitos e ganhei no Arruda”, disse.

Mesmo fora de casa, a postura coral não deve ser defensiva – uma vez que precisa da vitória para levantar a taça. “Não está nada decidido. Eu sei como é o futebol. É lógico que o favoritismo é de quem tem a vantagem. No Santa Cruz, nada vem fácil . Vamos trabalhar durante esta semana para ser mais agudo, incisivo. Vamos treinar para poder surpreender”.

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.