ALN FALA SOBRE SÉRIE C



Esta é a hora de atuar nos bastidores. A diretoria coral sabe disso. O início da Série C é premente e – com esse objetivo- os cartolas do Santa Cruz estão trabalhando muito. São reuniões e reuniões com o departamento jurídico do clube, de outras agremiações e com a CBF com um único objetivo: fazer a competição começar o mais rápido possível. O presidente Antônio Luiz Neto deu declarações sobre o assunto nesta quarta-feira.

“O prejuízo do Santa Cruz com esse atraso chega aos R$700 mil. Isso levando a consideração a arrecadação de jogo, de bares, de venda de materiais esportivos e outras coisas. É um prejuízo muito grande”.

Para diminuir o prejuízo ou – de certo modo- recuperar parte dele, o presidente sabe que é importante que a competição tenha início tão breve quanto possível. “Não se entende por que a cbf não tomou a atitude da forma como a legislação brasileira prevê. É, inclusive, a legislação que rege a FIFA. Todo time que disputa o Campeonato Brasileiro, em qualquer divisão, sabe que não pode, nesses casos, acionar a Justiça Comum”.

De acordo com o mandatário, a solução – se não é simples- tem de ser discutida com profundidade, o que não exige a paralisação do torneio. “Enquanto isso, o campeonato não pode ficar parado. Temos de levar o campeonato adiante imediatamente sob pena de, amanhã, aparecerem mandados para paralisarem o Campeonato Brasileiro. Não tem como separar. O campeonato é um só. A letra deve ser igual para as séries A, B, C e D”, concluiu.


Ouça a coletiva do presidente executivo do Santa Cruz, Antônio Luiz Neto:

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.