CBF inclui o Treze-PB e mantém o início da Série C do Brasileirão


CBF inclui o Treze-PB e mantém o início da Série C do Brasileirão (Reprodução/SporTV)Após nova reunião realizada nesta sexta-feira (29), a CBF decidiu incluir o Treze-PB na relação dos times que irão disputar a Série C do Brasileiro deste ano, mas sem tirar o Rio Branco-AC. Ambos buscavam na Justiça o direito de disputar a competição. Sendo assim, o torneio terá 21 clubes participantes, divididos em dois grupos, um com dez times e outro com 11. O Galo da Borborema está no Grupo A com 11 clubes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. O primeiro jogo da equipe paraibana será na próxima quarta-feira (4) contra o Salgueiro, às 20h30m, em Pernambuco. A Série C começa neste sábado e a primeira rodada terá jogos também no domingo (1) e na segunda-feira (2).

A decisão foi tomada após o Treze-PB conseguir na Justiça comum nova liminar contra a CBF, o STJD e o Rio Branco-AC determinando até o uso de "interveção policial em casos necessários" como forma de impedir o início da competição sem a inclusão imediata do Galo da Borborema. O texto, assinado pelo juiz substituto da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Falkandre de Sousa Queiroz, além de aumentar para RS 100 mil diários a multa para a CBF, o STJD e o Rio Branco-AC caso o torneio comece sem a participação do clube paraibano também estipula pagamento de R$ 5 mil diários por cada dia de atraso no cumprimento da decisão. 

A liminar determina também que “todos os órgãos estaduais e agremiações esportivas que administrem estádios de futebol” sejam notificados para que “se abstenham de autorizar, de qualquer forma, a realização de jogos pela Série C do Campeonato Brasileiro”, sob pena de também serem multados em R$ 100 mil.

Na quinta-feira (28), a CBF anunciou o início da Série C do Campeonato Brasileiro para este final de semana com a participação do Rio Branco-AC após fazer um depósito em juízo em favor do Treze-PB no valor de R$ 2,48 milhões cumprindo decisão da Justiça da Paraíba até que o mérito da ação seja julgado em definitivo.

Na opinião de Falkandre, a multa anterior era "por demais tímida" e o seu pagamento feito de forma prévia acabou sendo um dos motivos para ele aumentar o valor para evitar que “o poderio econômico de qualquer das partes venha simplesmente desmerecer uma ordem judicial (…) sob pena do Poder Judiciário cair em descrédito”.
Segundo o gerente de futebol do Santa Cruz, Albertino dos Anjos, a decisão da CBF foi oportuna.

- Pela situação que nos encontramos hoje foi a melhor coisa a ser feita. O importante é o campeonatro começar e ao longo da competição a Justiça resolve defintivamente este impasse.

Entenda o caso

O Treze tenta, através de medidas judiciais, a vaga que pertence ao Rio Branco para disputar a Série C do Campeonato Brasileiro. No ano passado, a equipe acriana, após ter o seu estádio interditado pelo Ministério Público, acionou a Justiça Comum e acabou desclassificada da competição. Um acordo posterior com a CBF, no entanto, permitiu o retorno do clube.

Como ficou na quinta colocação da Série D, o Galo da Borborema se sentiu prejudicado e, por isso, ingressou com uma ação pedindo a vaga junto ao STJD, onde foi derrotado por unanimidade. Sem saída, o alvinegro paraibano 'apelou' para a Justiça Comum e conseguiu uma liminar, expedida pela juíza da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, para disputar o campeonato. A liminar em seguida foi mantida pelo desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, do TJ da Paraíba.

Para completar, uma série de recursos de Rio Branco e CBF com o objetivo de derrubar a liminar já foram indeferidos tanto pelo TJ da Paraíba como pelo STJ.

Já o Brasil de Pelotas perdeu seis pontos na Série C do ano passado e, por isso, ficou em último lugar e acabou rebaixado. O clube entrou com ação na Justiça Comum querendo reaver os pontos e assim se livrar do rebaixamento. Se isto acontecesse, quem cairia seria o Santo André. O Brasil acabou tendo sua liminar derrubada pelo TJ do Rio Grande do Sul, mas recorre para o Superior Tribunal de Justiça.

Fonte: Globo Esporte 

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.