Memo coloca o Santa Cruz na Justiça


DP/D.A PressO volante Memo está de saída do Santa Cruz. Era esperado, conforme a declaração do próprio atleta, nesta semana, onde afirmou não ter data prevista para se reapresentar. Nesta quinta-feira, entretanto, a forma como o jogador se portou para deixar o clube soou como uma bomba. Segundo o repórter Bruno Reis, da Rádio Clube AM (Diários Associados), Memo colocou o Tricolor na Justiça. Solicitou R$ 4,5 milhões por causa dos três meses de salário atrasado e o suposto não-recolhimento de FGTS.

O atleta também pede a antecipação da tutela. De acordo com as informações, Memo recebe R$ 11 mil de salário no Santa Cruz, mas na carteira de trabalho consta apenas R$ 3,5 mil - o complemento, como ocorre habitualmente nos clubes, é incorporado como "direito de imagem". O primeiro indício de insatisfação do jogador surgiu pouco antes do início da Série C, quando o clube não autorizou a ida do atleta à Portuguesa, para disputar a Primeira Divisão.

Em nota, o Santa Cruz comunicou: "Quanto aos atrasos salariais, reiteramos que a solução já está em pauta e brevemente será divulgada, pois o clube já está otimizando os recursos necessários para equacionar o problema."

Fonte: SUPERESPORTES

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.