Santa Cruz vence o CRB por 1x0

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

Valeu pela vitória. Se o Santa Cruz esteve longe de fazer uma partida brilhante, o time pelo menos fez o mínimo: marcou com determinação, mostrou-se organizado em campo e aproveitou a chance que teve para balançar as redes e vencer o CRB por 1 a 0 com gol, na noite deste domingo, no Arruda. O gol do estreante Philco, logo no primeiro lance do jogo, coloca o Tricolor na liderança do Grupo D da Copa do Nordeste, com três pontos. O Santa volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Campinense, em Campina Grande.

Se a temporada coral for tão boa quantos os primeiros minutos do time em campo em 2013, pode-se crer que o ano será bastante promissor para o Santa Cruz. Com início avassalador, o Tricolor abriu o placar logo aos dois minutos. Após falta cobrada por Renatinho, Philco aproveitou falha da zaga do CRB e mandou uma bomba para as redes. No lance seguinte, mais um gol coral. Após escanteio Vágner subiu mais que a zaga e testou para o gol. O lance, porém, foi anulado pelo árbitro que assinalou uma contestável falta do atleta coral. A torcida ainda reclamaria da arbitragem por todo o resto do jogo.

Aproveitando a sonolência do adversário, o Santa Cruz seguiu pressionando, buscando o gol sobretudo carregado por Renatinho, pelo lado esquerdo. Somente beirando os 20 minutos, o CRB deu sinal de vida. Passou a marcar melhor e evitou as chegadas perigosas da equipe tricolor. E ainda passou a atacar, porém sem muito perigo. Cristiano Brasília e Anderson obrigaram a Tiago Cardoso fazer boas defesas. Flávio Caça-Rato respondeu aos 26 minutos. No contra-ataque, o ofensivo botou na frente e foi derrubado na área por Filipe, em mais um lance polêmico que passou em branco pela arbitragem. Até o fim do primeiro tempo, o Santa não conseguiu repetir a pressão do início do jogo.

Na volta para o segundo tempo, o jogo ganhou em emoção. Passou a ficar ainda mais movimentado, com chances de gols para os dois lado. No primeiro minuto, Paulo Vitor mandou uma bomba e quase empata a partida para o time alagoano. Aos quatro minutos, Renatinho fez grande jogada individual e mandou uma bomba para grande defesa de Tiago. Dez minutos depois foi a vez de Natan arrancar da defesa em disparada, passar por dois defensores e bater cruzado. Caça-Rato chegou por um segundo atrasado.

Após os 15 minutos iniciais, o Santa Cruz passou a dominar o jogo. Renatinho teve a chance de ampliar o jogo aos 18 e aos 25 minutos. O Tricolor marcava muito bem o Galo. Evitava correr perigo no jogo. Luciano Sorriso entrou na vaga de Natan e deu ainda mais consistência ao sistema defensivo. O jogo caiu de produção e o Santa levou a vantagem com tranquilidade até o apito final.

Ficha do jogo

Santa Cruz 
Tiago Cardoso; Éverton Sena, César, Vágner e Tiago Costa; Anderson Pedra, Sandro Manoel, Natan (Danilo Santos) e Renatinho (Jefferson Maranhão); Philco e Flávio Caça-Rato (Luciano Sorriso). Técnico: Marcelo Martelotte.

CRB 
Tiago; Filipe (Ederson), Ednei e Rodrigão; Paulo Sérgio, Paulo Victor Paulista, Airton, Jairo, Paulo Victor (Audálio) e Diego Aragão; Cristiano Brasília (Carlão). Técnico: Heriberto da Cunha.

Local: Estádio do Arruda. Árbitro: Ranilton Oliveira de Souza (MA). Assistentes: Sandro do Nascimento Medeiros (MA) e Aelson Mariano Campelo (MA). Gol: Philco (S). Cartão vermelho: Audálio (C). Cartões amarelos: Paulo Victor Paulista, Airton e Filipe (C). Público: 24.287 pessoas. Renda: R$ 281.210

Fonte: Superesportes

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.