Sandro Manoel é punido com quatro jogos e pode ficar de fora do clássico das emoções




Expulso em jogo válido pela 4ª rodada do Campeonato Pernambucano, diante do Ypiranga-PE, o volante Sandro Manoel, foi punido nesta segunda-feira (25) com quatro jogos de suspensão. Com a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE), o jogador corre risco de ficar de fora do time tricolor no clássico de domingo (31), contra o Náutico, no Estádio dos Aflitos, às 16 horas.

O jogador recebeu a pena mínima prevista no Artigo 254-A, I (Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente; I - desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido). Sandro já cumpriu um jogo de suspensão, mas o departamento jurídico do Santa Cruz trabalha para que ele esteja à disposição do técnico Marcelo Martelotte no domingo.

“Nesta terça nós entraremos com o pedido de liminar com efeito suspensivo, para que o atleta esteja liberado. Se o técnico vai aproveitá-lo ou não, é outra coisa. Pedi que o processo fosse fundamentado e esperamos pelo julgamento do recurso. Ele pode até mesmo ter a pena reduzida para um jogo”, explicou o diretor jurídico coral, Eduardo Lopes.

O caso do volante Sandro Manoel é semelhante ao do meia Hugo, do Sport, que também foi punido com quatro jogos, pela mesma acusação do volante tricolor. O camisa 80 do rubro-negro cumpriu a suspensão automática de um jogo, ficou à disposição do técnico Sérgio Guedes por conta de um efeito suspensivo e, posteriormente, teve a pena reduzida para uma partida.

“Pelo que consta na súmula, o caso de Hugo é até mais grave, já que ele teria desferido um soco em um adversário. Sandro Manoel foi acusado de dar um tapa, que é uma agressão mais leve. O que acontece é que, na Justiça desportiva, a súmula do árbitro tem presunção de verdade. Só é invalidada de for apresentada alguma prova. O problema é que o jogo contra o Ypiranga-PE não foi transmitido e não havia imagens do momento do lance”, comentou Eduardo Lopes.

Como o técnico Martelotte não poderá contar com um dos volantes titulares, já que Anderson Pedra recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Petrolina, no domingo passado, Sandro surge como uma das opções para a titularidade na equipe. Ele deverá brigar por uma vaga com os também volantes Tozo e Léo e o zagueiro, atualmente improvisado na lateral-direita, Everton Sena.

Fillipi Torres

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.