Santa Cruz joga por bom retrospecto fora de casa e tabu contra rival

Domingo tem jogo decisivo fora de casa contra o Náutico, mas quem pensa que a equipe coral vai entrar em campo temido se engana, atualmente o retrospecto tricolor é melhor fora de seus domínios.

Em dez jogos na atual temporada (incluindo jogos da Copa do Nordeste e do Pernambucano), o Santa Cruz venceu seis. Foram três empates e apenas uma derrota. Um aproveitamento de 70%.

O desempenho coral é superior ao obtido no Arruda. Em 11 jogos no ano, foram sete vitórias, um empate e três derrotas, o que resulta em um aproveitamento de 66,6%.

Esses números mostram uma cara ligada ao treinador Marcelo Martelotte. Afinal, o Santa Cruz terminou a última temporada com um retrospecto completamente negativo fora de casa.

Na Série C, em 2012, o Santinha não venceu sequer uma partida longe do Arruda. Foram nove jogos, com cinco derrotas e quatro empates.

Tais números elevam a confiança dos jogadores e torcedores para o segundo jogo da semifinal contra o Náutico, domingo (28), nos Aflitos. O tricolor venceu a primeira partida pelo placar de 1 a 0 e tem vantagem do empate para chegar a final. Ou seja, basta manter o bom retrospecto fora de casa para passar a grande decisão do Estadual.

O técnico Martelotte comentou que a postura da sua equipe não muda. "Não vamos administrar resultado, nem mudar a nossa postura como mandante", afirmou o treinador coral.

TABU

Para reforçar ainda mais a confiança tricolor, um tabu a favor do Santa Cruz. A equipe coral está há mais de dois anos sem perder para o Náutico. Foram cinco jogos no período, três vitórias e dois empates. A última derrota foi em Janeiro de 2011. O Timbu venceu o Santa Cruz por 3 a 1.

Fillipi Torres

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.