CBF nega repasse de cotas da televisão e medida pode provocar insatisfação dos clubes


Em e-mail dirigido aos clubes que disputam o Brasileiro da Série C no último fim de semana, a Confederação Brasileira de Futebol informou que, ao contrário do que fora combinado anteriormente, não irá repassar o dinheiro advindo da televisão para as agremiações. Para justificar a decisão, o diretor financeiro da entidade, Antônio Osório Ribeiro, alegou que a CBF já custeia despesas de transporte, estadia, alimentação e arbitragem, e que o pagamento de outros valores comprometeria o planejamento financeiro da instituição máxima de nosso futebol.

Segundo declaração do diretor de Desenvolvimento e Projetos da CBF, Reinaldo Carneiro Bastos, o valor das cotas de TV somam 9 milhões de reais, sendo metade da TV Brasil e metade da SporTV (declaração publicada pelo site Futebol Interior em 20 de maio deste ano).

Com a negativa, o Baraúnas já começa a demonstrar insatisfação, uma vez que esperava o aporte de 400 mil reais para ajudar nas despesas da competição. O presidente do time potiguar, Waltembergue Gomes, bradou contra a medida e já adiantou que outros clubes da Terceirona estão dispostos a irem até a sede da confederação cobrar a reversão da decisão e o cumprimento do acordo firmado antes do início do torneio.

Confira abaixo o e-mail enviado pela CBF aos clubes que disputam a Série C:

"Apresentando nossas cordiais saudações, em resposta ao pleito dos clubes da Série C do Campeonato Brasileiro, informamos que a Confederação Brasileira de Futebol está desenvolvendo um trabalho de ampliação e captação de novas receitas para os campeonatos nacionais.

Lembramos que a entidade efetua o custeio da arbitragem, além de todas as despesas de alimentação, transportes e hospedagens dessa competição, o que resulta num expressivo montante do orçamento da entidade.

Dessa forma, mesmo reconhecendo a importância dessa competição para o futebol nacional, neste momento não é possível a destinação de novos recursos para esse campeonato, caso contrário estaríamos comprometendo a projeção orçamentária já aprovada em assembleia geral para esse exercício.

Agradecemos, desde já, e contamos com a compreensão de todos."

Antônio Osório Ribeiro - Diretor Financeiro

Fonte: Série C / Campeonato Brasileiro

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.