De 39º para 95º: Santa Cruz cai na classificação de clubes que mais levam torcedores aos estádios no mundo



No mapa das médias de público internacionais, o Brasil — dono de cinco Copas do Mundo — é mais periférico que Irã, Estados Unidos e China. No ranking dos 100 clubes que mais atraem fãs nas competições nacionais (período 2012/2013), que será divulgado hoje pela Pluri Consultoria e ao qual o Jogo Extra obteve acesso, só Corinthians, São Paulo e o bravo Santa Cruz — que jogou a Série C ano passado — representam o país; mesmo assim, ficam entre os dez últimos, atrás de clubes desconhecidos do futebol iraniano, como o Tractor Sazi, que levou em média 30 mil pessoas a seus jogos. Sem estádios, o Rio de Janeiro está ausente da publicação.

Enquanto isso, o futebol alemão e o inglês dão show. O dono da maior média é o Borussia Dortmund, que registra 100% de ocupação no Westfalenstadion, com capacidade superior a 80.000 espectadores. Entre os cem clubes citados, há 21 da Alemanha (inclusive equipes da segunda divisão local) e 18 da Inglaterra — 39% do ranking. Logo atrás despontam a Itália, com nove representantes, e a Espanha, com sete. A emergente liga chinesa conta com quatro clubes, dentre os quais o Guangzhou Evergrande, de Dario Conca. Três são do Irã, e o badalado Seattle Sounders, dos Estados Unidos, estoura a capacidade de público com 112% de ocupação (43.104 pessoas por partida) e desponta em 25º lugar.

O estudo da Pluri levou em consideração apenas o público em jogos dos campeonatos nacionais, sem contar partidas por competições como a Libertadores e a Liga dos Campeões. No caso dos brasileiros, apurou a média do Brasileiro de 2012; nos demais casos, as médias vêm do calendário de formato “europeu”, que começa em setembro de um ano e acaba em junho do ano seguinte.

Fonte: Extra

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.