Com boa movimentação e três gols, Léo Gamalho silencia as críticas

Jogador vinha sendo criticado pela falta de gols e de ritmo de jogo mas, faz as pazes com as redes e comemora

Léo Gamalho marcou três vezes no massacre contra o Carcará (Foto: Divulgação/ Santa Cruz)
O jejum de gols de Léo Gamalho pelo Campeonato Pernambucano durou três jogos. Diante do Salgueiro, o atacante marcou três vezes e comandou a goleada do Santa Cruz por 7 a 0, no Estádio José do Rego Maciel. Foi um placar atípico, que marcou a maior derrota em toda a história do clube sertanejo.

Além da sua eficiência, outros atletas também se destacaram no triunfo diante do Carcará, como Caça-Rato e Carlos Alberto, além de Renatinho, que retornou à equipe na partida do último domingo (9). Na análise de pós-jogo do atacante Léo Gamalho, os gols são fruto da sequência de jogos, bem como do recondicionamento físico, depois de lesões devidas à maratonas de jogos e viagens, sem uma pré-temporada adequada.

“Eu precisava pegar uma sequência boa, contra o Sport a bola já vinha batendo na trave, no goleiro, mas hoje, consegui me movimentar parecido com o que eu jogo, pude chegar mais perto do gol e, graças a Deus, tudo foi alegria", disse o centroavante, que chegou ao seu quinto gol no estadual.

Mesmo com a atuação avassaladora, Léo Gamalho destacou que o time tem que manter a pegada, principalmente, no próximo jogo, pela semifinal da Copa do Nordeste 2014. Para o atacante, a derrota por 3 a 0 para o Sport merece um viés de resposta, e essa é uma oportunidade única para inverter os papéis.

“Na ocasião da derrota, nós falamos que iríamos fazer diferente daqui para frente e fizemos. Jogamos contra o Salgueiro com outra postura e conseguimos um placar bem elástico. Mas o que importa agora é contra o Sport. Teremos um jogo difícil contra eles, e precisamos responder”, concluiu.

O segundo Clássico das Multidões acontece na próxima quarta-feira (12), na Ilha do Retiro, às 22h00, em jogo válido pela partida de ida das semifinais do nordestão. Sport e Santa brigam por uma vaga na grande decisão.

Felipe Holanda

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.