Martelotte exalta vitória do Santa e diz que é preciso manter os pés no chão


A noite prometia ser especial para o Santa Cruz: clássico regional, estreia do novo uniforme do clube – que faz alusão a conquista do Tri-Super, possibilidade de diminuir a distância de pontos para o G4. O técnico Marcelo Martelotte, no entanto, tinha ainda mais motivos para festejar: ele fez parte da equipe campeã em 93, ao qual estava sendo homenageada. 

Dentro de campo, o time correspondeu bem ao que vem sendo feito durante os treinos. 3 a 1 sobre o Bahia, no Arruda, chegando em nove vitórias em dez rodadas disputadas. Para ele, tudo se pode resumir no empenho dos atletas em buscar o resultado positivo até o apito final. 

"É motivante ver não só a vitória de hoje, mas a reação toda no campeonato. Este time luta até o final. E temos que seguir assim. Estamos vendo a diferença cair para o G-4. É manter os pés no chão", afirmou. 

Outro ponto bastante citado, seja pela crônica esportiva ou torcedores, é o rodízio realizado nas escalações, variando partida a partida. 

"Mexer com o grupo e ter os jogadores participando, concentrados, é sempre importante. Não me incomodo de não repetir a equipe.  Temos crescido porque todos têm participado, todos estão ligados porque a oportunidade pode surgir. Já temos a nossa maneira de jogar" continuou.

Na camisa do titular Tiago Cardoso, o nome de Martelotte estava estampado. Não por mera coincidência, o atual paredão coral salvou diversas vezes o Santa Cruz de tomar gols. Este feito consagra o retorno de um ídolo, hoje completamente recuperado das lesões.

"Fiquei honrado pela atuação do Tiago vestindo a camisa com meu nome. Ele já mostrou que está preparado. Foi muito exigido e foi muito bem. Está totalmente pronto para reassumir essa posição e seguir normalmente no campeonato", finalizou.

Foto: Antônio Melcop

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.