Após a derrota, Martelotte e classificou postura do Santa Cruz como "ruim"


Ao esbarrar a bola no travessão do goleiro Jefferson Romário, logo nos primeiros minutos de jogo, se pensou que o Santa Cruz desenvolveria um bom futebol em 90 minutos. Ficou na teoria. Na prática, a equipe foi apática na maioria do tempo e desperdiçou as poucas chances que criou. Observando tudo à beira do gramado, o técnico Marcelo Martelotte analisou a partida salientando o  fraco desempenho dos atletas. 

"Tivemos chances, e infelizmente fomos muito abaixo do que poderíamos ter feito. Controle de bola, passe e finalizações. Nada disso houve. Nosso primeiro tempo não foi como esperávamos. No segundo tempo, nós conseguimos jogar melhor pela direita e subimos de produção. Porém, foi pouco para o que poderíamos fazer. Foi um jogo ruim", frisou. 

Vencer numa competição como a Série B é sempre muito importante, pois a diferença de pontos para zona de classificação é pequena. Assim, aumenta as possibilidades de acesso.

"O campeonato é complicado. Trabalhamos para vencer, mas é normal ter dificuldades. No entanto, temos que pontuar fora de casa, para buscarmos algo maior. Todos os clubes estão tendo dificuldades fora de casa e isso pode ser um diferencial", disse Martelotte.

Ainda segundo o comandante, é necessário seguir em frente e focar na preparação para o próximo confronto, contra o Botafogo, no Arruda. São esperados mais de 50 mil tricolores para celebrar a estreia de Grafite, uma das maiores contratações do futebol local. 

"Vamos trabalhar, pois temos dois jogos dentro da nossa casa e precisamos das vitórias. Até para que a gente possa melhorar nossa situação no campeonato", finalizou. 

Foto: Folha de Pernambuco

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.