Como nove partidas na temporada, permanência de Bruno Mineiro é um dilema


Desde o início da temporada, quando o Santa Cruz teve de reformular todo seu plantel, a expectativa de gols girava em torno do atacante Bruno Mineiro, contratado para suprir as necessidades existentes. Entretanto, a realidade vem sendo outra. Uma série de lesões fizeram com que estivesse presente em apenas nove partidas - dois no estadual e sete no nacional -, com nenhum tento marcado. Agora, demorará mais duas semanas para ficar à disposição do comandante Marcelo Martelotte. 

"Na semana que vem, ele segue na transição. Na outra, vai iniciar a preparação física. Eventualmente, pode fazer algum treino com bola, mas a previsão é que só fique disponível em 15 dias", disse o fisiologista do clube, Clóvis Calado.

Recebendo um dos maiores salários do plantel, Bruno blinda-se como pode das perguntas realizadas pela imprensa. “Deixa eu ficar bom, totalmente recuperado, que falo qualquer coisa. É pelo momento, que eu não estou legal", afirmou o atacante. 

As avaliações constantes da diretoria, para entender se é viável arcar com uma rescisão, fizeram acender dúvidas na cabeça do seu empresário, que segue reafirmando o interesse na continuidade do contrato. “Quando ele se recuperar, vamos ver como vai ficar. Bruno está chateado. El foi artilheiro na maioria dos times que jogou. Gosta muito do Recife e pretende ficar”, concluiu Max Vianna.

Foto: Antônio Melcop

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.