Insatisfeito, Alírio Moraes critica Penalty e ameça novamente romper o contrato


Desde 2009 no Santa Cruz fornecendo materiais esportivos, quando o clube ainda vivia o momento mais crítico da sua história, a Penalty vem, do modo paulatino, desagradando e desconfigurando a relação cordial existente entre ambas instituições. São situações que vão de encontro ao que é realizado atualmente pelo Tricolor do Arruda, que prega o profissionalismo em todos seus setores. A insatisfação é tanta que o presidente Alírio Moraes convocará uma reunião de emergência com a diretoria da empresa para solucionar todas as pendências - que incluem repasses financeiros e atrasos na entrega de produtos.

"A Penalty se encontra inadimplente com o Santa Cruz. Temos conversado com a presidência deles para sanarmos isso, pois são recursos que o clube precisa para o dia a dia, para cumprir suas obrigações. Fora isso, existe a questão operacional. A questão do atendimento e fornecimento de produtos que precisa ser melhor trabalhado", comentou o mandatário em entrevista a Globo.

Outra possibilidade que surge em meio a esta relação de desconfiança é radical: trata-se do o rompimento do contrato. Vigente até 2018, as cláusulas assinadas tem se tornado objetos de estudos por parte do jurídico tricolor para avaliar todas as possibilidades. 

"Há uma prestação de serviço que não está atendendo ao clube, mas como temos um contrato até 2018, estamos tentando regularizar esse serviço, estamos tentando ser éticos e transparentes com eles. Estamos buscando o diálogo. Agora, claro, se não chegar ao patamar esperado pelo Santa e pela torcida, caminharemos para um destrato", finalizou Alírio.

Foto: Jornal do Commercio

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.