Para continuar no Santa, empresário de Martelotte afirma que aumento salarial é essencial

Foto: Futebol Interior
Após meses de muito trabalho o Santa Cruz chegou à Série A. No início do campeonato a meta parecia irreal, sobretudo pela colocação que o tricolor pernambucano ocupava: a 18ª, na zona da degola. Com a chegada de Marcelo Marttelote, toda esta realidade sofreu uma transformação surpreendente. O time começou a dar resultados em campo, a torcida voltou a comparecer ao estádio, as finanças do clube retomaram os favoráveis índices. Desta maneira, a valorização no mercado da bola é natural. 

Sabendo disso, seu empresário, Joca Sloccowick, espera dobrar o atual salário do técnico numa possível renovação contratual – já sinalizada pela diretoria tricolor. 

"A única conversa que eu tive com o presidente Alírio Morais foi em Itu. Ainda não voltamos a nos falar. O Marcelo tem total interesse de permanecer, porém é preciso entender que houve uma valorização profissional. Ele assumiu o time na zona de rebaixamento e entregou como vice-campeão", afirmou Joca em entrevista ao Diário de Pernambuco.

O empresário salientou que Martelotte chegou ao Mais Querido recebendo abaixo daquilo que era proposto em seus últimos contratos, o que acrescenta a necessidade de um incremento salarial. 

"Futebol é momento. Marcelo veio para o Santa Cruz ganhando abaixo do que ele vinha recebendo. O momento agora é diferente. Não estipulamos um valor mínimo, mas será preciso equiparar o salário para o que ele vinha ganhando e ter uma valorização. Isso daria mais ou menos o dobro do que ele ganha atualmente. Não vamos nada fora da realidade, mas sim aquilo que achamos necessário", finalizou o empresário. 

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.