Na primeira entrevista do ano, Martelotte fez um balanço deste começo de temporada

Foto: André Nery / JC Imagem
Na primeira entrevista do técnico Marcelo Martelotte em 2016, os assuntos foram diversos. Falou sobre perspectivas, aproveitamento dentro das quatro linhas, o desejo de contar com Danny Morais e Bruno Moraes na temporada e o trabalho da diretoria nas renovações com atletas que fizeram do ano que passou ser vencedor. 

Martelotte afirmou que pretende manter no Santa Cruz uma filosofia de jogo ofensiva, que deu certo desde a sua chegada durante a Série B. Além disso, o comandante comentou a situação do zagueiro Everton Sena e do lateral-direito Nininho – após seus retornos com o fim dos empréstimos. 

"A ideia é a mesma. Jogar para frente, conscientes do nosso papel de buscar resultados. Quanto a utilização de Nininho e Everton, vai depender das oportunidades. Cada situação é individual. Os dois estão de volta. Everton Sena é um jogador versátil e acredito que, a princípio, ele pode ser bem utilizado. Já Nininho, por termos dois laterais direitos, é mais difícil", disse. 

O técnico também falou sobre um possível favoritismo do Santa Cruz nas competições que estará disputando a partir do final de janeiro.

"Não acho que o Santa Cruz seja favorito nem no Pernambucano, nem na Copa do Nordeste. Estamos no grupo que vai brigar por título, mas não estamos nesta condição. São um campeonatos de poucos jogos, sem muita chance de recuperação", finalizou.

Santa Cruz News

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.