Diretoria, que achado foi esse?

Foto: André Nery/JC Imagem

Por Savio Salviano

Fala bando de sofredor (rsrsrsrsrs)! É meu amigo, se não for sofrido, não é Santa Cruz!

Algo que vem chamando bastante a atenção de muitos tricolores possui nome. Wallyson! Meu amigo, que achado foi esse? Fui dar aquela velha pesquisada no histórico do "garoto" (27 anos) e o que eu tenho a dizer é que ele teve um pouco de azar em suas ultimas atuações. Goleador pelo ABC-RN e artilheiro pelo Cruzeiro na Libertadores. Beleza, tudo caminhando bem. Mas após isso, não foi aproveitado em alguns clubes que teve passagem (São Paulo e Coritiba). Digamos que isso dá uma pulga atrás da orelha, né?

- Mas pô, se as ultimas atuações do cara foram assim em grandes clubes, imagine no Santinha?!

E isso lá é argumento! Temos um belo histórico de recuperar jogadores que não estavam em um bom momento em sua carreira. Creio bastante que estejamos sim recuperando um grande jogador que vai nos fazer berrar Gooooollll nessa temporada desafiadora. 

Então vamos lá aos pontos que me fez perceber que Wallyson é um jogador diferenciado. Vale salientar que eu quero que vocês comentem seus pontos nos comentários também viu? Primeiro: por incrível que pareça, os jogadores dos clubes de PE ainda praticam a prática (praticam a prática foi ótimo) do chuveirinho na área. Pelo contrário, ele possui uma bola parada perigosa que parece mais um chute, como vemos no futebol dos "grandes" clubes do Brasil e do Mundo. Outra coisa, nos momentos em que o Wallyson precisa do drible para se livrar de uma grande marcação, às vezes com mais de um marcador, Wallyson possui calma para decidir com convicção o melhor para a jogada, e na maioria das vezes sua decisão dá certo. O drible ocorre com sucesso, o passe ocorre com sucesso, o gol também ocorre com sucesso. Mais um ponto, estreou com personalidade. No jogo contra o Salgueiro, foi bastante decisivo principalmente ao presentear o nosso Graffa para que o mesmo finalizasse a jogada com um gol. Já contra o América, meu amigo, que golaço! Contra o Bahia, com toda certeza, foi um jogador essencial para o grande desempenho do nosso time. E jogando com Grafite no início da partida em? Tirou onda! Contra o confiança, tocou menos na bola, mas quando tocou, mostrou para o que veio.

Nosso amigo Pedro Costa, do blog Arrudiando, citou uma opinião do Pedro Chilingue (blog Preto no Banco) referente à passagem do jogador pelo botafogo. Observe:

Wallyson chegou ao Botafogo visando a disputa da Libertadores e logo empolgou: marcou 3 gols no jogo de volta da primeira fase, contra o Deportivo Quito. Continuou marcando gols importantes na fase de grupos e no Campeonato Brasileiro, como nas vitórias contra Flamengo e Corinthians no Maracanã. No entanto, com toda a turbulência vivida pelo clube, como atrasos de salários e jogadores deixando a equipe através da Justiça, acabou não engrenando. Para piorar, sofreu uma lesão que o deixou fora da reta final, onde o Botafogo acabou rebaixado. Diria que Wallyson foi um jogador útil em um momento errado.

Essa é a ficha técnica do Wallyson:

Nome: Wallyson Ricardo Maciel Monteiro (Wallyson)
Posição: Atacante
Data de Nascimento: 17/10/1988 (27 anos)
Naturalide: Natal (RN)
Altura: 1,79m
Peso: 72kg
Clubes: ABC/RN, Atlético/PR, Cruzeiro/MG, São Paulo/SP, Bahia/BA, Botafogo/RJ e Coritiba/PR


E aí pessoal, vamos acreditar né?

Vou finalizar com aquela confiança de que domingo Wallyson será um dos grandes responsáveis pela lapada que vamos dar no Sport lá dentro daquele mangue que estamos já acostumados a dar show!

Vale salientar que, o ultimo trecho citado acima representa apenas uma brincadeira saudável com o nosso rival. Antes de tudo, nesses tempos difíceis, temos que priorizar a Paz.

Forte abraço meu povo! E não esqueçam, esclareçam a opinião de vocês nos comentários, pois é muito importante para o nosso empenho em proporcionar o melhor acompanhamento possível do nosso Santinha.

Unknown

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.